Catadora de papéis acha fotos e documentos de Pagu - 2004

http://img1.blogblog.com/img/icon18_wrench_allbkg.png

3.07.2010

Quando os extremos se tocam

http://deixaelaentrar.blogspot.com/2010/03/quando-os-extremos-se-tocam.html

Catadora de papéis acha fotos e documentos de Pagu
Texto:
Cassiano Elek Machado
Folha Ilustrada Online
24/04/2004 às 02:00


Musa do modernismo brasileiro, Pagu acabou no lixo de São Paulo. O olhar lânguido, os cabelos morenos encaracolados, a boca coberta do batom mais vermelho que encantaram Oswald de Andrade & cia. foram jogados em um saco de plástico azul e deixados em uma esquina do Butantã.

O acaso fez com que por essa rua passassem Selma Morgana Sarti, 42, e seu carrinho de supermercado. Catadora de papéis, ela não conhecia Pagu, mas achou que as fotos da mulher atraente, anexadas a jornais antigos, poderiam ter importância.

Nesta semana, depois de idas e vindas, o pequeno acervo localizado há cerca de oito meses chegou às mãos da Unicamp. E acabou se transformando em presente de aniversário do Arquivo Edgard Leuenroth da universidade, que está completando 30 anos.

Patricia Galvão (1910-1962), nome de batismo da escritora e jornalista, juntou-se a um dos principais acervos do país sobre movimentos políticos de esquerda, que consumiram parte de sua vida.

A família de Pagu Segundo Rudá de Andrade, 73 [cineasta], filho de Pagu com Oswald de Andrade, o pequeno conjunto de documentos, sobre o qual tomou conhecimento por meio da Folha, "deve ser o primeiro acervo público sobre sua mãe".

O "acervo" que chegou à Unicamp tem 17 itens, incluindo uma medalha recebida pela escritora em Santos, onde morou no fim da vida, e uma carteira profissional original.

A Folha apurou que o conjunto foi descartado pela jornalista Leda Rita Cintra Ferraz, que separou-se há pouco mais de um ano de outro filho de Pagu, Geraldo Galvão Ferraz [jornalista, filho de Pagu com o segundo marido, Geraldo Ferraz], hoje em Nova York.

"Só pode ter sido jogado por mim, inadvertidamente. Kiko (Geraldo) deixou as coisas na mais perfeita bagunça, e algo deve ter se misturado ao lixo", diz Cintra Ferraz, que assina a curadoria de exposição sobre Pagu que começa itinerância pelo interior paulista amanhã, por Jaú.

A catadora de papéis Selma Sarti, a catadora que encontrou o pequeno tesouro, diz que não se lembra exatamente das condições em que as peças foram encontradas. "Começo a catar os materiais às 2h, quando ainda está muito escuro. Só mais tarde examino aquilo que colhi."

Ex-secretária de um médico na região da avenida Paulista e ex-encarregada do departamento financeiro de uma empresa, ela trabalha como catadora há sete anos, desde que o nascimento do filho Jefferson coincidiu com seu desemprego. "Não trocaria de emprego. Gosto do que faço."

As fotos de Pagu não foram o primeiro "achado" de Selma, que diz já ter encontrado até livros do século 19. "A única coisa que não consegui encontrar foi uma maleta recheada de dólares", brinca.

Autodenominando-se militante da reciclagem, ela diz que, "se o país reaproveitasse melhor o que joga fora, não seria preciso a taxa de lixo de Marta". "Nosso lixo é muito rico. É até irônico falar de Fome Zero com a quantidade de comida que jogamos", opina a catadora, que completou o ginásio.

"Se tivesse mais estudos, poderia identificar muito mais coisas importantes no lixo", conta. No caso de Pagu, ela acabou recorrendo a uma estudante que vivia perto de sua casa no Butantã. Cristina Dunaiva, hoje doutoranda de história da arte na Unicamp, e seu colega Marcelo Chaves encaminharam o material para o Arquivo Edgard Leuenroth, originado com documentos desse militante anarquista (1881-1968).

"O material é de grande importância para o arquivo, que tem como eixo os movimentos sociais do início do século e que possui farta documentação sobre história cultural, áreas de Pagu", diz Elaine Zanatta, supervisora do arquivo, onde estão, entre outras, uma coleção com 37 anos de documentação do Teatro Oficina e o acervo da pesquisa sobre tortura Brasil: Nunca Mais.

jaqueline camposhttp://www.blogger.com/img/icon18_email.gifhttp://www.blogger.com/img/icon18_edit_allbkg.gif