Programação Pagú 100 - Casas das Rosas

15 horas - debate Graciela Zabotto e Tatiana Moreti são especialistas na obra da Pagu jornalista e debaterão com o público sobre a importância de seu trabalho jornalístico, ainda pouco explorado.16 horas - Palestra: "A musa modernista e o mito Pagu"Musa e mito se misturam no início da vida de Pagu. Essa palestra abordará o momento que Patrícia Galvão se envolve com as ideias modernistas, quando conhece Tarsila do Amaral e Oswald de Andrade, e sua fase no ativismo político como membro do Partido Comunista Brasileiro, suas atividades como militante, suas viagens e prisões até o início da década de 1940.16h30 - Palestra: "A jornalista: atuação de Pagu no Suplemento do Diário de São Paulo" Junto com Geraldo Ferraz, Patrícia Galvão escreveu para o Suplemento Literário do jornal Diário de São Paulo, entre 1946 e 1948. O intuito dessa palestra é levar ao conhecimento do público suas atividades como jornalista, mostrando os principais temas abordados e como sua atuação contribuiu para a propagação da cultura nos ares da cidade paulistana.17 horas - Leitura de poemas Poetas convidados: Maiara Gouveia, Paulo Ferraz, Rafael Daud e Roberta Ferraz
Apresentação: Ana Rüsche
PALESTRAS
Negócio de Doido: Holden Caulfield e o surgimento do rock'n'rollPor Frederico Barbosa
Quarta-feira, 10 de março, às 20 horas
30 vagas. Inscrições na recepção
O poeta Frederico Barbosa faz uma palestra em homenagem à memória de J. D. Salinger, cuja obra máxima, O Apanhador do Campo de Centeio, marcou várias gerações. O protagonista do romance, o adolescente Holden Caulfield, é também o personagem principal da palestra que abordará o romance de Salinger como retrato de uma época que propiciou o surgimento da cultura pop e do rock 'n' roll.  Frederico Barbosa é poeta e professor de Literatura e diretor executivo da Poiesis - Organização Social de Cultura, que administra a Casa das Rosas, o Museu da Língua Portuguesa, a Casa Guilherme de Almeida, a Biblioteca São Paulo e os projetos São Paulo, um Estado de Leitores e PraLer - Prazeres da Leitura, em São Paulo. Formado em Letras pela USP, publicou oito livros de poesia e foi agraciado com dois prêmios Jabuti, por Nada Feito Nada (Perspectiva, 1993) e Brasibraseiro (Landy, 2004), escrito em parceria com Antônio Risério. Publicou também duas antologias: Cinco Séculos de Poesia (Landy, 2000) e Na Virada do Século, Poesia de Invenção no Brasil (Landy, 2002), esta última em parceria com Cláudio Daniel.
Meio-dia Moviola Especial mês da mulher
Curtas-metragens dirigidos por mulheres
Quintas-feiras, 4, 11, 18 e 25 de março, às 12h30

CURSOS BIMESTRAIS30 vagasAs inscrições podem ser feitas na recepção da Casa das Rosas, de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas. Documentação necessária: uma foto 3x4; xerox do RG; xerox do comprovante de residência. Com entrega de certificado (mínimo de 70% de frequência). Taxa: R$ 10,00.

Mujeres - women - mulheresQuartas-feiras, 10, 17, 24 e 31 de março, 19h30 às 21h30
A partir da leitura de poemas, debates sobre temas que envolvem o universo feminino e a criação de pequenos textos pelos participantes, será traçado um panorama crítico das práticas cotidianas e seu impacto nas questões de gênero. Os poemas escolhidos para o curso são contemporâneos, produzidos tanto por mulheres, quanto por homens.

A poesia brasileira hojeTerças-feiras, 9, 16, 23 e 30 de março; 6, 13, 20 e 27 de abril, 19 às 22 horas
Quintas-feiras, 11, 18 e 25 de março; 1, 8, 15, 22 e 29 de abril, 19 às 22 horas
O curso apresentará as várias tendências estéticas da poesia brasileira desenvolvidas entre as décadas de 1950 e 2000, como a Poesia Concreta, o Tropicalismo, a Poesia Marginal, o Minimalismo e o Neobarroco. Para isso, serão comentados autores e obras representativos de cada tendência, ressaltando suas temáticas recorrentes e procedimentos formais específicos.

Encontros com a São Paulo perdida de Marcos ReySábados, 13, 20 e 27 de março; 10, 17 e 24 de abril, 14 às 16 horas
Em 2010, Marcos Rey faria 85 anos. É fundamental acolher e discutir sua obra e as diversas personagens que, segundo suas próprias palavras, habitam suas narrativas: "boêmios, marginais, injustiçados, cínicos, enfermos, sem leitos, cafetinas, (...) vendedores de ilusões, solitários, pré-suicidas, gente que ganhou na loteria, corruptos e até cachorros." Todos eles fotografados por Marcos Rey em sua máquina Underwood.

Projeto Escrevivendo com interface para blogagem: textos argumentativosSábados, 13, 20 e 27 de março; 10, 17 e 24 de abril, 10 às 13 horas
25 vagas
A proposta é incentivar jovens e adultos a produzirem textos e a refletirem sobre sua maneira de escrever. Assim, o curso pretende desmistificar o ato da escrita, transformando-o num processo centrado no sujeito, no encadeamento das ideias e na forma textual por ele adotada, além de pensar no papel do leitor, tornando os autores/leitores críticos de seus próprios textos.
Rede social: www.projetoescrevivendo.ning.com
Twitter: @escrevivente

OFICINA
Encontros com Clarice
Terças-feiras, 9 e 16 de março, 20 horas
30 vagas
A oficina literária pretende, a partir da leitura de imagens (fotos e documentos) e de breves textos (ficcionais e jornalísticos) da escritora, expor e discutir questões fundamentais referentes à sua vida e obra. Como alguns textos de Clarice são tão surpreendentemente problematizadores? Como registros documentais, biográficos e fotobiográficos colaboram para uma melhor percepção do perfil artístico da escritora?

SARAUS
Sarau da CasaSábados, 20 de março, 20 horas
Sarau aberto à participação do público, que terá a oportunidade de apresentar seus poemas. A cada encontro, o Sarau da Casa recebe dois poetas contemporâneos que são entrevistados pelos apresentadores do evento e fazem leituras de seus poemas. O objetivo é valorizar a multiplicidade e a pluralidade da poesia que está sendo produzida hoje. As inscrições para leitura de poemas são feitas na recepção da Casa das Rosas, durante o próprio sarau.
Convidados: Antônio Miranda e Caco Pontes
Música: Potiguara Menezes

Sarau dos Poetas da CasaDomingo, 28 de março
Horário: 15 às 17 horas
O Sarau dos Poetas da Casa, organizado pela poeta Maria Alice Vasconcelos, acontece mensalmente na Casa das Rosas e conta com a participação de alunos e ex-alunos do Espaço Haroldo de Campos, que leem textos próprios e de outros autores

Sarau das Escritoras SuicidasCom Virna Teixeira
Convidadas: Assionara Souza, Cida Pedrosa, Florbela de Itamambuca, Patty Flag e Valéria Tarelho
Sexta-feira, 12 de março, 20 horas
O projeto Escritoras Suicidas surgiu há quatro anos, a partir de um site (www.escritorassuicidas.com.br) que reúne edições temáticas de prosa e poesia de mulheres escritoras e homens que se fingem de mulheres, de diferentes partes do país. Durante a leitura, será apresentada a antologia Dedo de moça, publicada recentemente pela editora Terracota.

Sarau Chama Poética - "O quinto elemento"Direção: Fernanda de Almeida Prado
Domingo, 21 de março, 17 horas
No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Chama Poética apresenta um sarau especial, com o tema "O quinto elemento", título do poema de Antônio Lázaro de Almeida Prado, que estará presente. Participarão os cantores Lula Barbosa e Maria Eugênia; os atores Alex Dias, Carlos Moreno e Francesca Cricelli, além de Fernanda de Almeida Prado, que dirige o evento.

EXPOSIÇÃO
Da Bibliocasa - "Mulheres"Abertura: terça-feira, 9 de março
No mês de março, a poeta Virna Teixeira faz uma seleção especial, diretamente do acervo do poeta Haroldo de Campos, de obras escritas por poetas mulheres.

AÇÃO EDUCATIVA
I Jornada Luso-Brasileira de Literatura para Crianças e Jovens - Contrapartida no Brasil Organização: professora Suzana Ventura
Sexta-feira, 12 de março, a partir das 10 horas
30 vagas. Inscrições na recepção
Como um desdobramento das reflexões e resultados da I Jornada Luso-Brasileira para Crianças e Jovens realizada em janeiro de 2010, em Lisboa, a Casa das Rosas realiza a I Jornada Luso-Brasileira para Crianças e Jovens em São Paulo. Idealizado pela profª. Vania Pinheiro Chaves, da Universidade de Lisboa, o encontro reunirá as professoras e educadoras portuguesas Margarida Braga Nunes e Maria Isabel Rocheta, a professora brasileira Beatriz Weigert, docente da Faculdade de Letras de Évora, e os escritores brasileiros Maria José Silveira e Daniel Munduruku.

INFANTIL
Contação de histórias - GatoviraRatoviraSapoviraRei! Com Sylvia Lohn
Domingos, 14, 21 e 28 de março e 11, 18 e 25 de abril, 10h30 às 11h30
Inspirada na obra de Kafka, a narradora conta histórias da tradição oral universal, nas quais tudo se transforma...

JUVENIL
Bate-papo sobre blogagem, novos caminhos da literatura e criatividade on line com blogueiros de SPCom Zeca Bral e Fabiana Chiotolli
Domingos, 15 horas às 16h30
Módulo I: 14 e 28 de março
Módulo II: 11 e 25 de abril
Duas turmas de 20 alunos (para cada mês)
Público-alvo: jovens acima de 16 anos, interessados em literatura e com conhecimento prévio de internet
Nesses dois módulos, será debatida a presença da literatura na Web, os meios de difusão da arte da escrita em rede, os casos de sucesso e os rumos da literatura diante do surgimento dos novos suportes. Assim, será exercitada a criação de um projeto em grupo.

TERCEIRA IDADE
Chá com históriasCom Sylvia Lohn
Terças-feiras, 16 de março e 13 de abril, 15 às 17 horas
15 vagas. Inscrições na recepção
Reunião de quitutes, chás, aromas e sabores às narrativas da tradição oral universal. Em seguida, visita monitorada pela Casa das Rosas com o grupo, com duração de 30 minutos.

Serviço Casa das Rosas - Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura
Avenida Paulista, 37 - próximo à Estação Brigadeiro do Metrô
Telefone: (11) 3285-6986
www.casadasrosas-sp.org.br - www.poiesis.org.br  
Twitter: @casadasrosas
Convênio com o estacionamento Patropi: Alameda Santos, 74

Da Casa das Rosas