Pagu em exposição


VIVA PAGU, EM LIVRO E EXPOSIÇÃO



Escritora, desenhista, jornalista, militante política e mulher de teatro, Patrícia Galvão (1910-1962) lutou com paixão por tudo em que acreditava. "Viva Pagu – Fotobiografia de Patrícia Galvão", livro assinado pela psicóloga e pesquisadora Lúcia Maria Teixeira Furlani, junto com Geraldo Galvão Ferraz, jornalista e filho de Pagu, coedição da Imprensa Oficial do Estado e da Editora Unisanta, retraça a rica trajetória da musa do Movimento Modernista a partir de amplo material iconográfico e documentos inéditos. Parte das comemorações do centenário de nascimento de Pagu, o livro também originou a exposição das fotografias e manuscritos. Ambos têm lançamento nesta quinta-feira, na Casa das Rosas.


"A identificação com os sonhos e ideais de Patrícia Galvão nos faz entender sua época e sua história de vida, ligada à luta pela liberação das minorias sociais, pela superação dos preconceitos, pelo espaço de construção da cultura brasileira, elegendo a arte como o caminho capaz de garantir o acesso à brasilidade. A identidade de Patrícia liga-se à renovação, à ousadia, à ruptura. A renovação é, muitas vezes, confundida erroneamente com ausência de memória. Ledo engano. Sem memória, sem o confronto com o velho, não existiria renovação. Por meio de suas posições nacionalistas, o seu compromisso com o futuro se estabelece justamente através da releitura do passado brasileiro", afirma Lúcia Teixeira Furlani.


Serviço


Livro: à venda a partir de 1 de julho


Exposição: 01/07 a 08/08


Casa das Rosas – av. Paulista, 37


Informações: www.pagu.com.br 



http://wtw3.wordpress.com/2010/06/30/1%C2%BA-de-julho-esquenta-a-agenda-cultural/