Pagu na FLIP, em Paraty


Pagu na FLIP, em Paraty



Lúcia Maria Teixeira Furlani, autora da obra "Viva Pagu – Fotobiografia de Patrícia Galvão", escrita em parceria com Geraldo Galvão Ferraz e editada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e Editora Unisanta, falará sobre a musa do movimento modernista na mesa "Viva Pagu em três atos, em palavras e imagens", incluída na programação da Flipzona, dia 6 de agosto, das 17 às 18 horas. No mesmo dia, Alberto da Costa e Silva, outro autor pela Imprensa Oficial, também participa de mesa.   
Escritora, jornalista, militante política e mulher de teatro, Patrícia Galvão (1910-1962) lutou com paixão em muitas trincheiras. Agora ela será tema da Mesa "Viva Pagu em três atos, em palavras e imagens", na Flipzona, espaço dedicado aos jovens que acontece durante a FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty. A apresentação está marcada para o dia 6 de agosto, das 17 às 18 horas, com a palestra de Lúcia Maria Teixeira Furlani, autora de Viva Pagu – Fotobiografia de Patrícia Galvão, em parceria com Geraldo Galvão Ferraz, coedição da Imprensa Oficial do Estado e da Editora Unisanta. A obra, que será autografada por Lúcia após a mesa, na Livraria da Vila, montada em Paraty, traz em textos e belas imagens a rica trajetória da musa dos modernistas a partir de amplo material iconográfico e muitos documentos inéditos.


Lúcia Maria Teixeira Furlani é Mestre e Doutora em Psicologia da Educação, autora de Pagu – Livre na imaginação, no Espaço e no Tempo, Croquis de Pagu, A Claridade da Noite e dos infantis Tudo É Possível e O Segredo da Longa Vida, entre outros. É presidente da Universidade Santa Cecília e presidente do Centro de Estudos Pagu Unisanta, em Santos.


Durante a mesa na Flipzona, além de falar sobre Patrícia Galvão, Lúcia vai apresentar um vídeo feito especialmente para esta participação na FLIP, mostrando imagens e documentos que fazem parte da exposição Viva Pagu que acontece na Casa das Rosas, em São Paulo até o dia 8 de agosto.


Alberto da Costa e Silva, autor do livro Quadrado Amarelo, da Imprensa Oficial, também participará da Flip dia 6 de agosto, às 12 horas. Será na Mesa 7 – Além da Casa Grande, ao lado de Maria Lúcia Pallarres-Burke e Ângela Alonso, com mediação de Lilia Schwarcz.


Pagu e os jovens
Lúcia Maria Teixeira Furlani acha que Pagu tem a inquietação e o espírito de descobrir característicos dos jovens. "A vontade de ir fundo, as grandes paixões e as grandes angústias, a ousadia, o inconformismo foram marcantes nela e em sua obra até o fim de sua vida."


A autora acredita que a produção cultural de Pagu pode ser bem interessante para os jovens e cita seus primeiros textos, quadrinhos, croquis, a linguagem irônica e desafiadora. "Mesmo os romances Parque Industrial e A Famosa Revista ou seus textos jornalísticos que falavam de grandes pensadores trazem muitas informações para quem está disposto a aprender. A Patrícia Galvão da fase madura também pode ser fascinante com as peças curtas e a paixão pelo teatro". Lúcia cita, ainda, o livro Safra Macabra, de histórias policiais, gênero geralmente admirado pelos mais novos.


Lucia Maria reuniu documentos de e sobre Pagu durante mais de vinte anos. Na fase final do processo, nos últimos cinco anos, contou com a ajuda do jornalista Geraldo Galvão Ferraz, filho da escritora. O livro traz muitas fotos, mas também desenhos, cartas e textos. Todas as cartas são inéditas, além de fotos e vários textos – como Microcosmo, que ela escreveu na prisão, em 1939, e duas peças teatrais inéditas: Parque Industrial, baseada no romance homônimo publicado em 1933 e "Fuga e Variações", escrita em 1952.


O público será incentivado a dialogar com Pagu e produzir textos e imagens , a partir da fala de Lúcia, ilustrada por vídeos e trechos de algumas obras de Pagu , como os Croquis ( 1929-1930) , o Álbum de Pagu (1929) , o caderno Micro-cosmo ( 1939 ) e a peça teatral Fuga e Variações (1954), sendo as duas últimas inéditas .


Lúcia explica que " o objetivo é tornar o jovem protagonista. Os questionamentos e sonhos de Pagu podem ser u meio de fazê-lo compreender as suas próprias inquietações e incentivá-lo a se expressar e desenvolver , em sua trajetória biográfica, por meio da arte , da cultura e da literatura, as promessas que trouxe consigo , ao vir a este mundo ".


Palavras , sons, imagens serão apresentados de forma a despertar a imaginação e a criatividade , por meio de debates e atividades mediadas pelas obras e a trajetória de Pagu . Dois vídeos , ambos baseados em livros escritos por Lúcia ,e produzidos pela Unisanta, complementam a apresentação. O primeiro vídeo , inédito , documenta ,em três atos , o livro Viva Pagu- Fotobiografia de Patrícia Galvão, de Lúcia Maria Teixeira Furlani e Geraldo Galvão Ferraz , segundo filho de Pagu. O segundo vídeo Pagu – Livre na Imaginação, no Espaço e no Tempo, foi baseado no livro homônimo de Lúcia e dirigido por Rudá de Andrade, primeiro filho de Pagu.


Sobre a palestrante
Lúcia Maria Teixeira Furlani é Doutora e Mestre em Psicologia da Educação , escritora premiada e presidente da Universidade Santa Cecília ( Santos-SP ). É autora de Autoridade do Professor – Meta, Mito ou Nada Disso, Fruto Proibido – Um Olhar Sobre a Mulher, Pagu – Livre na Imaginação, no Espaço e no Tempo, A Claridade da Noite, Croquis de Pagu e VIVA PAGU – Fotobiografia de Patrícia Galvão, entre outros. Seus livros infantis Tudo é Possível – Incrível Viagem no Tempo e O Segredo da Longa Vida (o primeiro infantil brasileiro traduzido para o japonês), adotados por escolas em todo País, disseminam o inovador projeto pedagógico Nossa Terra, Nossa Gente. Recebeu o Prêmio Jorge Amado, do 28º Festival Internacional de Cinema da Bahia, por sua obra (livro e filme) sobre Pagu, tema no qual é referência. Suas pesquisas sobre o Ensino Superior embasaram o atual Plano Nacional de Educação e incorporadas como metas a serem alcançadas pelo Brasil


 Mais informações à Imprensa: Lu Fernandes Comunicação e Imprensa, com Leonardo Neto (Leonardo@lufernandes.com.br) ou Ivani Cardoso (ivanicardoso@lufernandes.com.br), pelo telefone 11 3814-4600.


http://www.pagu.com.br/blog/pagu-a-musa-do-modernismo-chega-a-flip-2/