"hello Darkness, my old friend..."


Watchmen -

Adoro filmes baseados em HQ. Com exceção das produções iniciais de Batman com seus trajes nada heróicos expondo a barriga protuberante do homem morcego ou pelo exagero das "cenas onomatopéicas" e suas atuações extremamente caricatas, eles conseguem trazer movimento ao que simulamos em nossas mentes ao lermos os quadrinhos. Sin City foi revolucionário nesse sentido, ao transportar os quadrinhos 100 % para a tela do cinema, com todas as suas cores, movimentos e cenários limitados e deveria servir de escola a muitos filmes que não tivesse a intenção de tornar um cenário tão humano (e ao mesmo tempo, sombrio) quanto Batman.

Assisti Watchamen com o mesmo interesse que tenho por filmes como Batman - The Dark Knight. Até a metade do filme, foi realmente interessantíssimo: bom enredo, ótima trilha, com destaque para Sound of Silence de Simon & Garfunkel, uma perfeita sincronia entre imagem e som. Como unir Bob Dylan a Watchmen se não fosse pelo cinema? O toque preto e branco em algumas cenas ficaram magistrais. Porém, o filme se perdeu de tal forma, que não faria sentido ter uma continuação. Com o tempo, se tornou mais um filme como outros. Se até o final fosse naquele padrão, Watchmen seria um dos maiores e melhores filmes de ação via HQ. Mas, continuo a assistir pela excelência da intro e da boa trilha... mas só assisto até a metade do filme...